Santa Ana

Santa Ana

A história da comunidade inicia-se por volta de 1880, quando chegaram os primeiros imigrantes italianos em Urussanga, trazendo consigo muita fé e devoção. Junto com eles, na bagagem, além da esperança de um futuro melhor, os italianos trouxeram consigo um quadro com a imagem de Santa Ana.

No entanto, somente por volta de 1931 um capitel foi erguido com a imagem da padroeira. Desta forma, todos os anos, no mês de julho, a festa em honra à Santa Ana é realizada. Em 1978 foi construída a atual igreja da comunidade com a colaboração dos fiéis.

A atual edificação chama a atenção pela simplicidade. Com capacidade reduzida, mas proporcional ao número de fiéis da comunidade, a capela agrega elementos antigos e contemporâneos, sendo continuamente construída e recuperada, graças à devoção dos fiéis e força dos moradores da comunidade.

Hoje, esta comunidade conta com 25 famílias, das quais 23 são católicas. Os serviços pastorais realizados são: a catequese, dois Grupos de Família, uma capelinha da Mãe Peregrina e alguns membros do Apostolado da Oração. A administração é conduzida pela Comissão para Assuntos Econômicos e Pastorais.

SANTA ANA

Os dados biográficos que sabemos sobre os pais de Maria foram legados pelo Proto-Evangelho de Tiago, obra citada em diversos estudos dos padres da Igreja Oriental e não reconhecida no cânon das escrituras inspiradas.
Ana, cujo nome em hebraico, significa graça; pertencia à família do sacerdote Aarão, e seu marido, Joaquim, pertencia à família de Davi. Joaquim, homem piedoso fora censurado pelo sacerdote por não ter filhos. No entanto, Ana já era idosa e estéril. Confiando no poder divino, Joaquim retirou-se ao deserto para rezar e fazer penitência.

Ali um anjo lhe apareceu dizendo que Deus havia ouvido suas preces. Tendo voltado ao lar, algum tempo depois Ana ficou grávida. A paciência e a resignação com que sofriam a esterilidade levaram-lhes ao prêmio de ter por filha aquela que havia de ser a Mãe de Jesus, a qual recebeu o nome de Miriam, que em hebraico significa “Senhora da Luz”. Santa Ana é a protetora das vovós por ser a avó materna de Jesus.

Santa Ana

Inauguração do oratório em 1949

Santa Ana

Santa Ana

Uma das festas em honra à Santa Ana

Santa Ana

Procissão de Santa Bárbara em Santana

Santa Ana

Interior da igreja

Santa Ana

Construção do primeiro oratório em madeira

Informações:

Local

Morro da Lagoa

Compartilhar

Vídeos Postados

Conecte-se conosco