São Gervásio e Protásio

São Gervásio e Protásio

A devoção aos Santos Gervásio e Protásio foi responsável pela edificação da igreja da comunidade de Rio Maior, hoje, patrimônio histórico do município e do Estado, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN. Erguida pelos imigrantes italianos após 30 anos de sua chegada ao Brasil, eles cumpriram a promessa e fizeram uma igreja de pedra em honra aos dois Santos padroeiros, como a de Erto Casso, na Itália, cidade natal desses imigrantes.

Cerca de 40 homens e mulheres de todas as famílias participaram da construção que teve início em 1911. As pedras de arenito eram extraídas próximo ao local. A obra foi concluída em 1912, completando, em junho de 2012, o seu centenário.

Todos os detalhes foram devidamente pensados. No chão, os ladrilhos de cimento pintados, permanecem até hoje. Os bancos e as portas de cedro, também permanecem intactos no local.
Os imigrantes também trouxeram da Itália uma pintura dos dois Santos. A tela permanece pendurada na parede lateral da igreja na parte interna. Mais adiante foram introduzidas duas estátuas que representam os santos padroeiros.
A torre atual da igreja foi construída por volta de 1940. Ela foi feita em substituição à antiga, que era de madeira. Depois de pronta, ela recebeu os sinos muito valorizados pela comunidade. Até hoje, no entendimento dos moradores, o soar deles ajuda a afastar as tempestades.
Hoje, a comunidade conta com 67 famílias católicas e três de outros credos. Possui o Apostolado da Oração com 65 associados, três capelinhas da Mãe Peregrina que percorrem as famílias, catequese, Ministras Extraordinárias da Eucaristia, comissão para assuntos econômicos e pastorais, equipes de liturgia e a Associação de Santa Teresinha.

SÃO GERVÁSIO E SÃO PROTÁSIO

São mártires cristãos do século II e venerados como santos. A sua festa é celebrada no dia 19 de junho, dia em que suas relíquias foram transportadas até a catedral. Gervásio e Protásio eram filhos gêmeos de mártires. O pai deles Vitálio, um homem de dignidade consular, teria sofrido o martírio em Ravena. A mãe, Valéria, morreu por sua fé em Milão. Gervásio e Protásio foram então aprisionados e condenados. Acredita-se que os gêmeos foram flagelados e decapitados. Santo Ambrósio, bispo de Milão, em 386, fez construir uma magnífica basílica em Milão, e nela depositou a relíquia dos santos irmãos.

Interior da igreja

Interior da igreja

Igreja

Construção da primeira torre da igreja em madeira

Pintura a óleo trazida pelos imigrantes que permanece no interior da igreja

Pintura a óleo trazida pelos imigrantes
que permanece no interior da igreja

São Gervásio e Protásio

Informações:

Local

Rio Maior

Telefone

(48) 3465.1349

Compartilhar

Vídeos Postados

Conecte-se conosco