São Pedro

São Pedro

Em 1878, quando chegaram os primeiros colonizadores italianos, algumas famílias se instalaram nas proximidades do atual bairro São Pedro. Porém, somente em 1880, com a chegada de maior número de famílias, oficializou-se a fundação da localidade.

A primeira capela foi construída logo na chegada dos imigrantes. Com o aumento da população, edificou-se, em 1900, com a ajuda de todos os moradores, uma nova igreja, edificação essa que permanece até hoje. A escolha do padroeiro recordava a terra natal, pois muitos provinham de Campo San Piero, na Itália.

Em estilo romano, o templo preserva características pré-conciliares, tendo destaque o coro para os músicos, o altar-mor na parte frontal e laterais e as cimalhas, que circundam toda nave central, dando ar requintado ao espaço litúrgico.
Hoje, a comunidade de São Pedro possui 108 famílias católicas e 14 de outros credos. Ela é administrada pela Comissão para Assuntos Econômicos e Pastorais. Possui o Apostolado da Oração com 70 membros, dois Grupos de Família, cinco capelinhas da Mãe Peregrina que visitam 92 famílias, Ministros Extraordinários da Eucaristia e dezenas de crianças na catequese.

SÃO PEDRO

A solenidade de são Pedro é uma das mais antigas da Igreja. Ele foi associado a São Paulo e são consideradas as colunas da Igreja católica, os fundadores da Igreja de Roma. A festa litúrgica recorre a 29 de junho. Desde o início, Pedro é representado nos Evangelhos como o primeiro dos apóstolos. Nos momentos decisivos, em que a missão de Cristo envolve crise, é sempre Pedro o porta-voz dos apóstolos, o primeiro a proclamar a fé da Igreja primitiva. Seu nome era Simão, filho de Jonas, mas Jesus, no primeiro encontro, mudou-lhe para Pedro.

Era irmão de André, nascido em Betsaida, era pescador de profissão, casado e morava em Cafarnaum. Aparece no Evangelho como um homem de temperamento impulsivo, mas leal, expansivo, generoso e, sobretudo, muito apegado ao Mestre. Acompanhou Jesus nos momentos mais importantes da sua caminhada evangelizadora e é apontado como aquele que recebe “as chaves do reino dos céus” (Mt 16,13-20). Segue Jesus na dramática noite de sua condenação, porém nega a sua pertença ao Mestre e, assim, chora amargamente a sua covardia (Mt 26,69-75). Depois da ressurreição torna-se um dos mais entusiasmados em ir ao encontro do Ressuscitado que vai mostrando os sinais da sua ressurreição. Assim, Jesus coloca Pedro como o primeiro responsável por apascentar as suas ovelhas e o seu rebanho (Jo 21,15ss).

O apóstolo assume a sua missão e se torna o grande responsável pela igreja nascente, sendo o seu líder e o elo de comunhão com todos os outros discípulos do Cristo Jesus. A tradição atesta que Pedro, saindo de Jerusalém, foi para Antioquia onde permaneceu por sete anos. Depois rumou para Roma, onde ficou até a morte que se deu aos 29 de junho de 67. Foi crucificado como o Mestre, mas pediu que sua posição fosse de cabeça para baixo, como gesto de humildade. Seus restos mortais encontram-se na Basílica Vaticana que leva o nome de Basílica de São Pedro.

SÃO PEDRO

Informações:

Local

Bairro São Pedro

Compartilhar

Vídeos Postados

Conecte-se conosco